Nossa história

2017

Foram iniciadas as obras da ETE Engenheiro Passos, que atenderá cerca de 3,5 mil habitantes com esgoto tratado, contribuindo com a despoluição do rio Água Branca. O projeto contempla a implantação de 2.200 metros de redes coletoras e o índice de tratamento do município será elevado para 72%.

Águas das Agulhas Negras inaugura a ETE AMAN, ampliada para atender 27 mil habitantes com tratamento de esgoto. Além da estação, a concessionária realizou obras de complementação do sistema de esgotamento sanitário, com a implantação de 9 quilômetros de redes coletoras, linhas de recalque e 12 elevatórias. Com esse investimento, Resende alcança um dos maiores percentuais de tratamento de esgoto do Estado do Rio de Janeiro.

A Estação de Tratamento de Esgoto São Caetano é inaugurada, beneficiando aproximadamente 2 mil pessoas, elevando o índice para 62% de esgoto tratado. No final do segundo semestre de 2015, foram concluídas as obras de ampliação e modernização da Estação de Tratamento de Esgoto AMAN. Com a finalização do sistema de transporte de esgoto dos bairros adjacentes, há previsão de que o tratamento do município chegue a 70% no final de 2016.

Águas das Agulhas Negras recebeu o credenciamento do laboratório da concessionária junto ao Instituto Estadual do Ambiente (INEA).

No mesmo ano, a empresa iniciava as obras de implantação da Estação de Tratamento de Esgoto, redes e elevatórias no bairro São Caetano.

Em 2013, o laboratório da concessionária foi reformado, com aquisição de novos equipamentos, visando o credenciamento no INEA – Instituto Estadual do Ambiente. A empresa deu continuidade às obras de ampliação e substituição de redes de água, de esgoto e elevatórias.

Para acomodar melhor os clientes e recebê-los num espaço confortável, a concessionária reformou a loja de atendimento, localizada no Centro da cidade. Deu também continuidade ao projeto de substituição e instalação de redes de água e esgoto em diversos bairros e implantou o programa de controle de perdas, onde uma equipe realiza sondagens durante a noite à procura de vazamentos ocultos.

Em junho, a concessionária concluiu as obras do calçadão e o entregou ao município completamente urbanizado. A ETA Alegria também foi inaugurada. Considerada a principal estação de tratamento da cidade, a unidade foi projetada para tratar 200 litros de água por segundo, permitindo a autossuficiência em água tratada pelas próximas décadas.

Paralelamente às obras da estação, Águas das Agulhas Negras implantou uma adutora de água tratada com 4.100 metros de extensão. A tubulação permitirá que a água produzida seja transportada até o reservatório de 3 milhões de litros, no bairro Liberdade.

Em 2011, os investimentos cresceram. Águas das Agulhas Negras passou a tratar o efluente dos bairros Parque Embaixador, Campo Belo e Fazenda da Barra II, através de uma parceria com a empresa Servatis, que recebe o esgoto e trata em sua estação.

O índice de tratamento de esgoto subiu para 60%, mantendo Resende na liderança das cidades que mais tratam esgoto no sul do estado do Rio de Janeiro, antecipando as metas estabelecidas no Edital de Concessão.

Águas das Agulhas Negras comemora 90% de aprovação da população resendense, em relação aos serviços prestados. O número foi comprovado pela pesquisa realizada pelo Instituto Gerp. No decorrer do ano, e empresa aplicou investimentos em reformas e ampliação da ETE Monet e ETA Fazenda da Barra, além de dezenas de quilômetros de implantação e substituição de redes, tanto de água como de esgoto, em vários bairros da cidade.

Águas das Agulhas Negras ampliou e reformou a Estação de Tratamento de Água (ETA) Engenheiro Passos, aumentando sua capacidade de tratamento para 30 litros por segundo. Nesse período, a empresa elaborou o projeto da ETA Principal, com capacidade para tratar, no primeiro módulo, 200 litros por segundo, podendo ser ampliada para um total de 400 litros por segundo, em dois módulos O projeto foi elaborado de acordo com todas as normas técnicas e ambientais para que a estação seja uma das mais modernas do Estado do Rio de Janeiro.

A despoluição do Lago do Mirante das Agulhas, da Lagoa do Bairro Morada da Barra e do brejo que separa os bairros Elite e Vila Santa Isabel foram três grandes realizações socioambientais de Águas das Agulhas Negras em 2009. Além disso, destacam-se a elaboração do Plano Municipal de Saneamento (Água e Esgoto), a continuidade das obras de reforma de todas as estações de tratamento de água e a ampliação e substituição de redes de água, de esgoto e recuperação de elevatórias.

A concessionária Águas das Agulhas Negras (CAAN) assumiu, em janeiro 2008, os serviços de saneamento de Resende, priorizando, entre outras ações, o tratamento de esgoto, registrado, até então, em 3% do volume gerado. Em julho, a empresa inaugurou a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Alegria, após realizar obras de reforma e melhorias da unidade, elevando o índice de tratamento para 45%.

Meses depois, Águas das Agulhas Negras reativou a ETE Isaac Politi, que estava abandonada. Com as duas estações de tratamento em operação, o município atingiu a marca de 54% de esgoto tratado, tornando-se a cidade do Vale do Paraíba Fluminense que mais trata esgoto.

Dentre as realizações de 2008, destacam-se, ainda, a implantação do sistema Módulo de Gestão de Serviços (MGS) para a gestão dos serviços de água e esgoto; a impressão simultânea das contas; a implantação do Centro de Controle Operacional (CCO), atuando 24 horas por dia; a implantação do laboratório de qualidade da água e do esgoto; a inauguração da nova loja de atendimento, no Centro da cidade; e as implantações do Disque 115 e Ouvidoria.