18 de julho de 2017

IMG_20170606_112659953_BURST000_COVER_TOPA concessionária Águas do Imperador conquistou, em 6 de junho, o Prêmio Firjan de Ação Ambiental 2017, com o projeto Saneamento Sustentável: A Utilização de Biossistemas e Educação Ambiental em Comunidades de Baixa Renda. O prêmio concedido pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), que está em sua 5ª edição, reconhece o empenho do setor produtivo na busca por soluções criativas e eficazes que vão além das obrigações legais ligadas ao meio ambiente. A cerimônia foi realizada na sede da Firjan, no Centro do Rio.

Concessionária do Grupo Águas do Brasil que atende o município de Petrópolis, Águas do Imperador ganhou o prêmio na categoria “Relação com públicos de interesse” pela implantação de dez biossistemas nas periferias da cidade, projeto de saneamento ambiental de tratamento biológico de dejetos humanos a partir da reciclagem de nutrientes e da produção de biogás. Os biodigestores são produzidos com milhares de pneus e garrafas PET, não há cobrança de tarifa pelo tratamento e o biogás gerado é utilizado como fonte de energia em creches e por moradores da própria comunidade.

“Para a implantação das unidades, há a participação da população através de oficinas de educação ambiental e utilização do biogás para cozinhar alimentos em creches e em equipamentos públicos. O diferencial em relação a outros processos de tratamento é o custo de implantação reduzido. Por ser um equipamento artesanal, uma vez capacitada a mão de obra de produção, sua difusão é viável em regiões urbanas e rurais, contribuindo, dessa forma, para os pilares do saneamento, que são a saúde pública e o equilíbrio do meio ambiente”, garantiu o superintendente da Águas do Imperador, Marcio Salles.

O prêmio foi entregue pela presidente da Representação Regional da Firjan/CIRJ na região Serrana, Waltraud Keuper, ao representante do Grupo Águas do Brasil, Carlos Gontijo. Águas do Imperador foi vencedora ao lado da Nova A3, Cedae, CEG e Grupo Action Shop. O prêmio ainda homenageou a Caíques, Enel e Thyssenkrupp CSA com menções honrosas.

O Grupo Águas do Brasil também concorreu com outros projetos: Tijolo com Lodo de ETA (Águas do Juturnaíba), Perda Zero com tratamento de lodo e recirculação (Águas do Paraíba) e Eficiência Hidroenergética – A implantação de um novo regime de operação de unidades de bombeamento de água (SAAB).

“O Grupo Águas do Brasil foi premiado pelo segundo ano consecutivo no prêmio Firjan de Ação Ambiental, e isto se deve ao crescimento na implantação de melhorias continuas em nossos processos que geram resultados econômicos, ambientais e sociais, demonstrando nossa visão e valor sustentável do negócio. Parabéns a todos pelos projetos inscritos, demonstrando nosso compromisso com a Sustentabilidade”, reforçou o superintendente de QSSMAS, Nelson Carvalho.

 

Prêmio em números

De 2013 a 2016, o Prêmio Firjan de Ação Ambiental recebeu 195 projetos. Juntos, eles somam 11 mil toneladas de resíduos evitados, o suficiente para encher quase duas piscinas olímpicas; R$ 251,6 milhões em investimentos; redução de 89,2 bilhões de litros no consumo de água, o equivalente a 23 mil piscinas olímpicas; 438 mil toneladas de resíduos reciclados, o suficiente para encher 28 mil Maracanãs; 9,3 milhões de energia economizada, o equivalente ao consumo de energia da indústria do estado do Rio em 2014.