Nossa história

2017

Foram instalados cinco aeradores na ETE Vacariú. Esses equipamentos ampliam a capacidade de degradação da carga orgânica e, como consequência, o sistema ganha mais eficiência.

A concessionária também implantou o Centro de Controle Operacional (CCO) numa sala específica para o videomonitoramento de suas unidades de captação de água, reservatórios e poços. Desse local é feito o controle de todo o sistema de abastecimento em tempo real. As bombas, automatizadas, podem ser acionadas remotamente.
Neste ano, Águas de Araçoiaba contabilizou cerca de 350 mil serviços executados.

No sistema de esgoto, foi concluída a substituição do coletor tronco do córrego Vacariú e implantada uma Estação Elevatória de Esgoto (EEE) próxima à Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Vacariú. Foram beneficiados o Centro e os bairros Jardim Nogueira, Jardim Flora, Nova Araçoiaba, Maria da Gloria, CDHU I, CDHU II e CDHU III, Jardim Novo Horizonte, Jardim Ercilia, Jardim San Conrado, Jardim Laura, Portal de Araçoiaba, Jardim Planalto, Lagoinha, Condomínios Lago da Serra e Condomínio Evidence. Os imóveis dos jardins Salete e Santa Cruz foram interligados à rede de esgoto, com os dejetos sendo encaminhados para a ETE Vacariú. A concessionária também instalou uma grade mecanizada na ETE Vacariú, que retém e remove do tratamento preliminar os sólidos provenientes do esgoto, colaborando com o processo de tratamento inicial.

No sistema de abastecimento, a travessa da Rua Lourenço, única do bairro Jundiacanga que não contava com água tratada, foi interligada à rede. A Estaçao de Tratamento de Água (ETA) Jundiaquara também recebeu um decanter centrífugo para retirar a água do lodo, que sai do processo com um teor médio de sólidos em torno de 35%.

Diversos bairros de Araçoiaba da Serra passaram a ser abastecidos com água encanada e devidamente tratada. Dentre as comunidades beneficiadas com as obras, estão as que residem no Retiro, Fazenda D’Oeste III, Village Ipanema II, entre outros. No bairro do Retiro, localizado a 6 km de distância da área urbana, a concessionária perfurou um poço.

No sistema de esgoto, Águas de Araçoiaba realizou as obras de substituição da terceira fase do coletor tronco do córrego Vacariú. Nesta etapa foram implantados 670 metros de novas tubulações para a passagem do esgoto. Parte dessa tubulação foi implantada na travessia da principal avenida do município, a Manoel Vieira, por meio do Método Não Destrutivo (MDN).

A população também foi beneficiada com a implantação de um novo coletor tronco de esgoto, construído no Jardim Salete. Com investimento superior a R$ 500 mil, as obras aumentaram o índice de cobertura de esgoto tratado nesta região. Já na ETE Vacariú foi implantado um sistema de videomonitoramento para reforçar a segurança do local.

A concessionária passou a atender com água tratada os bairros Vale Verde e Colégio Velho. Já a ETA Jundiaquara, responsável por abastecer 80% da população, passou por obras de melhorias e, hoje, é uma das poucas do Estado de São Paulo que possuem perda zero de água em todo o seu sistema.

Águas de Araçoiaba também finalizou as obras na Estação Elevatória de Esgoto (EEE) Vacariú e de energização da ETE Vacariú. Com a conclusão destes serviços, todo o esgoto coletado passou a ser encaminhado para o devido tratamento, por meio do sistema de bombeamento.

Neste ano a concessionária deu início à substituição do coletor tronco da ETE Vacariú. Até a conclusão da obra, serão trocados cerca de dois mil metros da rede, que permitirão o encaminhamento de 75 litros por segundo do efluente coletado para o devido tratamento.

Para complementar a operação do sistema, também começou a ser construída no local uma elevatória de esgoto. Dessa forma, o novo coletor tronco e a elevatória beneficiarão o Centro, Jardim Nogueira, Jardim Planalto, Nova Araçoiaba, Jardim Ercília, Alcides Vieira , Maria Paula Expósito, CDHUD, Maria da Glória, Santa Cruz, Jardim Novo Horizonte, condomínios residenciais Lago da Serra, Green Gold e Evidence.

Uma das principais obras realizadas pela concessionária neste ano foi a construção do reservatório Tonelli, que tem capacidade para reservar até 1.300 metros cúbicos de água.

Também foram implantados o reservatório elevado de Araçoiabinha e o quarto módulo da Estação de Tratamento de Água Jundiaquara. O laboratório que analisa a qualidade da água distribuída no município passou por ampla reforma e modernização.

Em três anos de concessão, foram mais de 17 mil metros de rede de água implantados na cidade.

Para assegurar a contenção da barragem, foi construída uma contenção à margem do Rio Pirapora, com gabião, uma estrutura com malhas de fios de aço, preenchidas por seixos ou britas. No mesmo local, também foi substituído o barrilete de sucção de recalque de água bruta, bem como trocado todo o conjunto de moto-bomba e os equipamentos eletrônicos do quadro de comando, aumentando em 45% a capacidade de captação de água.

A concessionária construiu, ainda, o reservatório Suíço, aumentando em 500 metros cúbicos sua capacidade de reserva e beneficiando 900 famílias. Também foi implantado o sistema de tratamento de água por meio de filtros do poço São Conrado, aumentando em 25 metros cúbicos por hora a distribuição de água. Desde quando assumiu o saneamento básico, a empresa implantou mais de 16 mil metros de rede de água, levando qualidade de vida aos moradores da cidade.

Dentre as principais realizações da concessionária neste ano, são destaque a solução do problema constante de falta de água em setores que já eram atendidos e a execução da limpeza e revitalização da Estação de Tratamento de Esgoto Vacariú.

Para aumentar a produção de água, foram realizadas obras de ampliação na Captação Piraporão e ativados o Poço Flora (7 litros por segundo) e o Poço Araçoiabinha (3 litros por segundo). Neste primeiro ano de atividades, a concessionária alcançou o percentual de atendimento com água tratada de 83% do município.

A concessionária Águas de Araçoiaba assumiu a concessão de água e esgoto do município de Araçoiaba da Serra (SP) em 1° de dezembro de 2009. Em menos de dois meses a empresa já havia conseguido aumentar o volume de água tratada de 75 para 100 litros por segundo. Isso foi possível por meio de intervenções realizadas na captação e na estação de tratamento de água.

Também reativou o poço situado no final da Rua Osório Rosa, com o objetivo de resolver o problema constante de falta de água no bairro Alvorada. Além disso, a concessionária desenvolveu estudos para realização de obras de melhorias dos sistemas de água e esgoto ao longo do ano de 2010, em atendimento ao contrato de concessão.