Águas de Jahu completa 6 anos de atuação e coloca Jaú na elite do saneamento do país

 

Distribuição de água tratada já atende toda a população e, com a ETE Vila Ribeiro funcionando a partir de junho, Jaú alcança 100% de coleta, afastamento e tratamento de esgoto

 

Águas de Jahu completa 6 anos de atuação, no dia 13 de abril, com mais de R$ 62 milhões investidos nos sistemas de água e de esgoto da cidade. Hoje, toda a população já recebe água tratada e, no mês de junho, Jaú passa a fazer parte da elite dos municípios brasileiros na área de saneamento com 100% de coleta, afastamento e tratamento de esgoto.

 

O superintendente da concessionária, Ivan Mininel, enfatiza que Águas de Jahu sempre teve como objetivo prestar um serviço de excelência aos jauenses. Foi assim ao implantar a sede administrativa e operacional num ponto estratégico, no Jardim Olímpia, de onde se alcança rapidamente qualquer ponto da cidade, agilizando o atendimento das demandas. Da mesma forma, a loja de atendimento ao cliente foi montada em um local de fácil acesso, ao lado da rodoviária, em Vila Nova. A implantação do Centro de Controle Operacional (CCO) proporcionou eficiência e agilidade nas manutenções e manobras operacionais dos sistemas de água e esgoto.

 

 

Atenção ao cliente

 

Águas de Jahu procura sempre aprimorar a qualidade de seus serviços aos clientes, adotando as melhores e mais modernas opções de atendimento. Inicialmente, implantou um sistema de atendimento gratuito por telefone e depois o regime de plantão 24 horas para serviços de manutenção e reparos emergenciais. A frota de 70 veículos pesados e leves é renovada frequentemente para executar os serviços com rapidez e qualidade.

 

Os canais de atendimento foram ampliados com a implantação do WhatsApp, Chat Interativo, aplicativo Cliente Águas e com o atendimento virtual pela GABi, que otimiza processos sem que o cliente precise falar com um atendente ou se deslocar até a loja.

 

Ações comunitárias

 

Além de sua atuação prioritária no saneamento, a concessionária contribui com ações comunitárias em áreas afins, como meio ambiente e saúde. Foram feitas parcerias para realização de atividades com órgãos públicos e ONGs. Por meio do Programa Olhar Ambiental, a concessionária também faz apresentações a estudantes do município, mostrando como é realizado todo o processo de captação, tratamento e distribuição de água, assim como a coleta, afastamento e tratamento de esgoto, além de sempre enfatizar a importância da água para a vida.

 

Atualmente, em ação de combate ao coronavírus, Águas de Jahu vem fazendo a desinfecção do entorno dos hospitais públicos semanalmente, serviço iniciado no ano passado e, quinzenalmente, nos espaços públicos de maior concentração, como praças e proximidades de agências bancárias.

 

DCIM100MEDIADJI_0172.JPG

 

Centro de Controle Operacional

 

Um setor vital para o sistema de saneamento é o Centro de Controle Operacional (CCO), que controla em tempo real os níveis dos reservatórios e o acionamento do “liga e desliga” das bombas, garantindo mais agilidade e eficiência nos sistemas de tratamento, e distribuição de água e coleta e tratamento de esgoto. A centralização de dados permite maior controle sobre os sistemas de água e de esgoto, proporcionando maior segurança operacional e agilidade nas ações de combate à perda de água.

 

Água

 

Ivan Mininel lembra que uma das primeiras metas da concessionária foi equacionar a questão do abastecimento para solucionar problemas de falta de água em diversos bairros. Para isso, foram substituídos todos os equipamentos de bombeamento de água da cidade e implantados novos equipamentos reservas, além da implantação de novas adutoras, sistemas de bombeamento e reservação de água, que proporcionou a interligação e flexibilização nos diversos microssistemas de abastecimento, resolvendo os problemas de falta d´água que existiam há décadas em diversos bairros da cidade.

 

Um dos projetos implantados, e ainda em execução, é a setorização de todo o sistema de distribuição que, entre outras melhorias, proporciona a redução de perdas e uma maior eficiência operacional.

 

“Com a setorização, você divide o município em pequenos sistemas de distribuição de água, o que resulta em um menor tempo de interrupção no abastecimento em caso de manutenções programadas ou reparos emergenciais, além de garantir maior eficiência e agilidade nos serviços prestados à população”, explica Mininel.

 

Entre os diversos projetos executados nesses 6 anos, estão duas novas adutoras entre o Jardim das Paineiras e o Parque do Rio Jahu, beneficiando 19 bairros com uma melhor distribuição de água. Também foram substituídos 196 ramais de ligações domiciliares e a rede de água do Jardim Olímpia. No Jardim São José, foi implantada uma nova adutora, com extensão de 415 metros, e substituída toda a rede de distribuição de água do bairro (cerca de 2.500 metros), além dos 300 ramais de ligações domiciliares de água.

 

Vale destacar também as melhorias operacionais realizadas na Estação de Tratamento de Água (ETA) I, onde foram instalados vertedores com geometria labirinto para reduzir o tempo de carreira e diminuir a perda de água potável. Foram introduzidas comportas para que as vazões de entrada nos decantadores e nos filtros na ETA I se equalizassem e não sobrecarregassem os sistemas, aumentando ainda mais a eficiência do tratamento.

 

Entre os investimentos, está também o geofonamento para localização de vazamentos não visíveis, proporcionando reparos com rapidez e agilidade nos vazamentos encontrados, e o controle de pressão nas redes de distribuição de água da cidade. Nesses 6 anos de trabalho, foi possível reduzir o índice de perdas em 26 pontos percentuais, saindo de 65% de perdas, quando a concessionária assumiu os serviços, para os atuais 39%. Águas de Jahu tem como meta atingir um índice de perdas de 25% até o ano de 2027, o que contribui para o meio ambiente.

 

 

Esgoto

 

Até o final de junho, Águas de Jahu coloca em funcionamento a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Vila Ribeiro. Além de despoluir totalmente a bacia hidrográfica do bairro, com a nova ETE Jaú alcança a universalização do saneamento. As estações de tratamento de esgoto Potunduva e Pouso Alegre foram implantadas em 2019.

 

“Com a ETE da Vila Ribeiro, atingiremos os 100% do saneamento básico em Jaú, atendendo toda a cidade com distribuição de água tratada e tratamento de esgoto, o que pouquíssimas cidades do Brasil têm. O saneamento pleno traz várias melhorias para uma cidade, como na saúde, no meio ambiente, no desenvolvimento econômico e, especialmente, na qualidade de vida da população. Águas de Jahu e o Grupo Águas do Brasil têm a satisfação de participar desse marco na história de Jaú, cumprindo o seu compromisso de prestar os melhores serviços para os jauenses”, finaliza Mininel.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *