Águas de Jahu completa três anos de atividades na cidade

Águas de Jahu comemora hoje (13/04) três anos de serviços na cidade. Neste ano, a concessionária deu um passo fundamental para que Jaú tenha um dos melhores serviços de água e esgoto do país. Com 100% da população já atendida com água tratada, até o próximo ano, a cidade também terá universalizado o sistema de coleta, afastamento e tratamento do esgoto.

O superintendente da Águas de Jahu, Ivan Mininel, enfatiza que a concessionária busca, desde o início de suas atividades, a excelência dos serviços prestados aos cidadãos.

“Águas de Jahu procura prestar os melhores serviços aos jauenses, com sistemas de saneamento adequados e bem estruturados, para atender as necessidades da população a longo prazo. Buscamos sempre a modernização, usando as tecnologias mais avançadas, e acreditamos que temos alcançado os nossos objetivos, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida dos jauenses e para que Jaú possa se desenvolver com segurança e equilíbrio. Para isso, claro, temos que destacar a dedicação de nossos colaboradores, que procuram atender nossos clientes com agilidade, profissionalismo e respeito”, disse Mininel.

Segundo o superintendente, muitos avanços no saneamento foram conquistados pelos jauenses nos últimos três anos, devido aos investimentos feitos pela concessionária, tanto na parte de serviços como em obras, atendendo todas as regiões da cidade.

“Investimos bastante na produção e distribuição de água tratada para os cidadãos, atendendo 100% da população. Implantamos novas adutoras e substituímos outras, otimizamos os subsistemas, melhorando o abastecimento de vários bairros. Com isso, eliminamos antigos problemas e interligamos subsistemas, para realizar manobras operacionais e equacionar a distribuição de água nos bairros”, explica.

A partir de 2020, o município estará na elite das poucas cidades brasileiras a contar com os sistemas de água e esgoto universalizados. Para chegar a essa importante conquista, Águas de Jahu já iniciou as obras de implantação de coletores tronco de esgoto às margens dos córregos das Araras e Água Branca e a construção da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) em Potunduva. Com custo total estimado em R$ 10 milhões e previsão de finalização em 2019, essas obras serão responsáveis pela despoluição total da bacia hidrográfica do distrito. Para chegar à universalização, até o final do ano de 2019, Águas de Jahu implantará mais duas ETEs, em Pouso Alegre de Baixo e na Vila Ribeiro.

O superintendente informa, ainda, que a concessionária tem focado os trabalhos no combate às perdas de água tratada, com objetivo de chegar a 30% até o final de 2025. Esse trabalho é realizado desde o início das atividades de Águas de Jahu, com o uso do geofone e a implantação do Centro de Controle Operacional (CCO), para detectar e reparar rapidamente possíveis vazamentos.

Águas de Jahu deve iniciar em breve um novo projeto para intensificar essa ação de controle de perdas. A cidade já está sendo setorizada, ou seja, dividida em pequenas regiões para identificar as localidades que têm maior índice de perda. Serão definidas as ações localizadas necessárias para reduzir ainda mais esse indicador, como, por exemplo, a substituição de redes e ramais antigos, investimentos que a concessionária já vem fazendo desde o início da sua atuação.

Mininel acrescenta que a concessionária realizou mais de 300 mil atendimentos aos clientes nos últimos três anos, via telefone, e-mail, Serviço de Atendimento ao Cliente, ouvidoria ou presencial.

“Nos estruturamos para prestar um atendimento de qualidade e com agilidade. Para isso, contamos com uma loja moderna, confortável e bem localizada e implantamos o teleatendimento gratuito, além de renovarmos periodicamente a frota de veículos. Trabalhamos pela satisfação de nossos clientes e é importante que eles façam sua avaliação, para que possamos melhorar e aperfeiçoar nossos serviços”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *