Águas de Nova Friburgo doa livros infantis para escolas municipais

Águas de Nova Friburgo, uma empresa do Grupo Águas do Brasil, doou estantes com 200 livros e 200 cartilhas para as escolas municipais  Alberto Meyer e Claudir Antônio de Lima, no dia 10 de setembro, no auditório da Secretaria Municipal de Educação, por meio do projeto Estante de Histórias, desenvolvido pela VR Projetos Culturais e Sociais. Além da entrega desse material, que conta também com adereços que facilitam os trabalhos de leitura em sala de aula, o projeto oferece a visita de um contador de histórias nas escolas beneficiadas.

Os livros foram entregues em uma estante personalizada com temas da literatura infantil e será uma peça de apoio nas escolas para professores e bibliotecários promoverem a leitura. Cada estante é composta por 100 livros infantis, diferentes adereços para ilustrar as histórias, material de apoio para os professores, e 100 cartilhas de atividades para alunos.

Na oficina de contação de histórias, os professores recebem material de apoio personalizado e aprendem novas formas de estimular o gosto pela leitura para os alunos. Outro destaque desta ação é a atividade de mediação de leitura para a comunidade e colaboradores da empresa, formando novos contadores de histórias voluntariados.

“Águas de Nova Friburgo, uma empresa do Grupo Águas do Brasil, tem orgulho em participar de um projeto que estimula o gosto das crianças pela leitura. Os livros transformam as futuras gerações, pois estimulam a criatividade, a imaginação e o saber”, falou o superintendente João Henrique T. de Sá.

Nos meses de setembro e outubro, 2 mil livros e 2 mil cartilhas serão distribuídos pelo Grupo Águas do Brasil – que conta com 12 concessionárias distribuídas por 14 cidades do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais – a escolas públicas do estado do Rio de Janeiro.

“O Grupo Águas do Brasil dá muita importância a projetos de responsabilidade social, principalmente na área da Educação. É muito gratificante poder contribuir com atividades que estimulem a leitura de milhares de crianças. Uma prática que aprimora o vocabulário e dinamiza o raciocínio e a interpretação”, declarou o diretor-presidente do Grupo, Cláudio Abduche.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *