Águas de Juturnaíba promove reflorestamento na 2º edição do Revivendo Águas Claras

A concessionária Águas de Juturnaíba, em parceria com o Comitê de Bacia Hidrográfica Lagos São João e o Consórcio Intermunicipal Lagos São João, realizou o 2º Revivendo Águas Claras, no dia 21 de setembro, no Rancho dos Cottas, em Silva Jardim. Na ocasião, foi iniciado o plantio de 3,5 hectares de mata ciliar da Lagoa de Juturnaíba, com o intuito de evitar o desbarranco e o assoreamento da lagoa, além de aumentar a área da reserva ambiental da região. A ação contou com a presença de alunos da rede pública de Silva Jardim e de membros de órgão como o INEA.

A primeira edição aconteceu em 2016 e reflorestou 3 hectares ao redor de nascentes do Rio São João. Todas as áreas onde ocorre o plantio são acompanhadas de perto por especialistas para que a vegetação se desenvolva e consiga se estabelecer no local. Este processo é acompanhado também como laboratório de estudos sobre reflorestamento da ONG WWF e da UFRJ, que promovem pesquisas com a área.

“O projeto tem grande importância para a concessionária e para a população, visto que é de grande valor reestabelecer as matas ciliares e a vegetação ao redor da bacia. Este manancial é responsável pelo abastecimento de 8 municípios, e a sua segurança hídrica deve ser uma prioridade para todos nós”, declara o superintendente de Águas de Juturnaíba, Carlos Gontijo.

Segundo Gontijo, já existem aproximadamente 190 hectares no banco de área para reflorestamento.

“O objetivo é que todo o banco de área possa ser reflorestado nos próximos anos, com esperança de que a natureza se restabeleça a ponto dela mesma conseguir se expandir na região, aumentando ainda mais a vegetação da área naturalmente”, disse o superintendente, acrescentando que, além do abastecimento, a área tem importância de subsistência para os moradores das áreas em seu entorno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *